sábado, 20 de fevereiro de 2010

Hipóteses (?!?!?!?)




♥ Talvez percebamos que o amanhã nunca chega.
♥ Talvez, um dia, consigamos compreender que a vida é mais que uma simples rotina.
♥ Quem sabe possamos entender que por mais que tentemos nunca conseguiremos substituir um amigo.
♥ Talvez um dia saibamos que o amor se baseia em mais do que palavras, se baseia também em atitudes.
♥ É possível que um dia entendamos que o único problema de se fazer o bem é que às vezes você acaba se dando mal.
♥ Talvez um dia saibamos que o futuro é apenas um reflexo do presente...
♥ E então percebamos que viver só por viver é apenas existir.
♥ Talvez consigamos entender a plenitude e a beleza de amar.
♥ Talvez enfim saibamos que ter medo do medo é a coisa mais sensata a se fazer.
♥ Talvez a humanidade um dia consiga entender que sua vontade de progredir tecnologicamente só nos faz regredir como pessoas.
♥ Talvez um dia saibamos que um corpo nunca vive e uma alma nunca morre.
♥ Será possível que encaremos a realidade? O homem tem o privilégio de escolher o que quer, e mesmo assim quase sempre escolhe o pior para si e para toda a humanidade.
♥ Talvez um dia consigamos compreender que as diferenças existem e é preciso saber respeitá-las.
♥ Talvez as pessoas cheguem um dia a perceber que o homem transformou uma coisa plena e bela como a vida, em algo mesquinho e insuportável.
♥ Será que as pessoas se cansarão brigar por coisas inúteis e fúteis?
♥ Será perceberão que o que realmente importa é se sentir bem por saber que outras pessoas estão bem?
♥ Talvez a humanidade ainda tenha alguma chance, se começarmos a olhar para frente e ver o vazio e a miséria que o esgoísmo e o desamor de hoje nos reserva para amanhã.
♥ E assim, algum dia, alguém tenha a força e a coragem de tentar abrir os olhos da terra, e que todos tenham dignidade e humildade suficientes para enxergar a devastação que causaram no nosso planeta.
♥ Talvez percebamos que por mais que você ache que conhece a fundo uma pessoa, ela sempre conseguirá lhe surpreender, pois o mundo gira e as pessoas mudam junto com ele.
♥ E talvez (apenas talvez) um dia saibamos que, enfim, nunca soubemos de nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário